Templates by BIGtheme NET

Renan Filho defende criação de linha de crédito para obras de infraestrutura


Nova linha de crédito seria utilizada já no primeiro semestre de 2015. 

O governador eleito Renan Filho defendeu a criação de uma linha de crédito especial para obras de infraestrutura. Os juros do investimento seriam de baixo valor, financiados pelo Banco do Nordeste. O peemedebista fez a declaração durante uma reunião com os governadores eleitos do Nordeste nesta terça-feira (9). A Carta da Paraíba, elaborada na conclusão dos trabalhos do I Encontro dos Governadores do Nordeste- Gestão 2015/2018, resumiu os principais desafios do Nordeste, cobrando consequentemente postura firme e concreta do Governo Federal e do Congresso Nacional diante dos problemas da região.

De acordo com a assessoria do governador, a linha de crédito será para uso exclusivo em obras de infraestrutura – mesmo perfil do ProInveste, tanto que se chamaria ProInveste Nordeste. Essa nova linha de crédito, ainda segundo a assessoria, seria utilizada já no primeiro semestre de 2015.

No encontro, os gestores estaduais cobram um tratamento diferenciado, sobretudo na guerra fiscal entre os estados para assim manter o crescimento econômico da região. Neste sentido, eles pediram a desoneração do Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Confins) sobre o faturamento das companhias estaduais de saneamento básico e a manutenção de baixos juros praticados pelo Banco do Nordeste.

O financiamento da saúde teve a maior ênfase entre as discussões, que novamente entrarão em cena em fevereiro de 2015, em nova rodada de debates, em Brasília.

Os governadores exigem ainda a vigência da Lei dos Royalties do Petróleo (Lei 12.734/2012), aprovada no Congresso Nacional e parada no Supremo Tribunal Federal – resta votação da Adin 4917; o fortalecimento de instituições como o Banco do Nordeste, Sudene, Dnocs, Codevasf e Chesf, todas são voltadas para fomento de obras e ações Região.

A Carta cita ainda a necessidade de um combate efetivo e sem tréguas a corrupção e a redefinição de uma política educacional de qualificação do ensino básico e de expansão do ensino técnico e superior.

Fonte: Gazetaweb


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>