Templates by BIGtheme NET

Fracassa tentativa de estelionato contra INSS em Santana do Ipanema, mulheres de Penedo tentavam receber auxilio reclusão


 

Uma mulher foi presa e outra fugiu em uma tentativa de fraude contra o INSS, nesta terça-feira(16), em Santana do Ipanema.

d832fe55aed55c415fcf9b98a53349be

A  penedense Maria Vagner de Oliveira Santos, 34 anos, funcionaria pública contratada do município de Penedo, residente na Rua Flamengo, bairro Roberto Marinho, acompanhada de outra mulher identificada como Natália que fugiu da polícia, tentaram aplicar um golpe de R$ 80 mil reais contra a agência do  Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Segundo a detida Maria Vagner ela foi apresentada  a Natália  por uma  amiga na cidade de Aracaju, quando foi convidada para vir a Santana do Ipanema, receber um auxilio reclusão do presidiário  José Cícero de Carvalho, preso na cidade de Tobias Barreto-Sergipe. Ela receberia R$ 5 mil reais. O preso não existe no sistema prisional de Sergipe.

 

O Golpe

As duas chegaram logo cedo a agência do Banco Bradesco da  Rua Coronel Lucena, Maria acompanhada de Natália, apresentaram os documentos de liberação, entretanto devido a volumosa quantia foi preciso um funcionário  checar as informações pessoais do beneficiario, quando perguntava a Maria , quem respondia era Natália.

 

Desconfiado a gerência da agência comunicou o caso ao INSS, que tinha uma pessoa para sacar um auxilio reclusão de R$ 80 mil reais e gostaria de saber se poderia autoriza o saque.

 

A chefia do INSS  mandou que elas fossem encaminhadas até a agência. Sem desconfiar já que tinha dado entrada na documentação falsa em novembro deste ano, elas foram até a sede do instituto.  O chefe da agência Jacton  Cabral desconfiou das incoerências dos depoimentos de Maria, ela alegava que teve um relacionamento  com o presidiário e desse caso nasceu uma criança  no dia 18 dezembro de 2006, de nome José de Carvalho, como não sabia que tinha o direito de receber o auxilio só agora tinha entrado com a reclamação na justiça.

 

Natália desconfiada fugiu antes do chefe Renilson Nunes e sua equipe da 2ª DRP, chegar à  agência do INSS. Na delegacia Maria Vagner confessou a tentativa de fraude, mais garantiu que foi induzida não sabia da gravidade do caso. Os estelionatários já haviam tentado aplicar o golpe em uma agência do INSS da cidade de Lagartos em Sergipe. Maria tinha uma  declaração falsa do sistema prisional sergipano, confirmando que  seu suposto amante tinha passagem pelo presídio de Tobias Barreto.

 

O chefe do Instituto Jacton disse que  os agentes tinham detectados quatro tentativas de fraude na agência de Santana do Ipanema. Maria foi ouvida indiciada por estelionato e tentativa de fraude contra um órgão federal, a policia federal foi acionada e deverá assumi as investigações.

 

Caçadores de Notícias/WhatsApp) do Jornal de Penedo-al o Povo com a Notícia

Fonte Roosevelt Valões


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>