Lyoto aplica chute que acabaria com a luta logo no primeiro round - Jéssica Portasio 

© Fornecido por Ag. Fight Lyoto aplica chute que acabaria com a luta logo no primeiro round – Jéssica Portasio

Valeu a pena ter ficado acordado até as 4h da madrugada de domingo (21) para ver a luta principal do UFC Barueri. Em apenas 1min02s do primeiro round, Lyoto Machida nocauteou o americano CB Dollaway e presenteou os fãs que compareceram ao Ginásio José Corrêa.

Após começar a luta com o seu tradicional jogo de carateca, onde espera o adversário tomar a postura de ataque, Lyoto esperou o momento certo e acertou um chutaço que explodiu nas costelas do de Dollaway. O americano sentiu demais o golpe, recuou e apenas tentou se proteger dos socos que o baiano desferia até o árbitro interromper o combate. Ainda dentro do octógono, Lyoto mostou que ainda mira o cinturão dos médios (84 kg) que hoje pertence a Chris Weidman.

“Queria agradecer a todos que vieram de longe. Muito obrigado por virem aqui e pelo carinho. CB é um cara duro, mas meu golpe entrou e ele sentiu. Ele merece o nosso respeito. Estou esperando Dana White decidir quem é o próximo porque o meu objetivo ainda é o cinturão”, declarou o vencedor.

Atual número 4 do ranking dos médios, Lyoto Machida possui um cartel de 22 vitórias e cinco derrotas no MMA. Ex-campeão dos meio-pesados (93 kg), ele disputou também o cinturão dos médios, mas perdeu por decisão para Weidman em julho deste ano. Essa vitória diante de Dollaway recoloca Lyoto no bolo dos melhores da categoria e faz o brasileiro sonhar em ainda ganhar nova chance pelo título.

CARD PRINCIPAL
Lyoto Machida venceu CB Dollaway por nocaute no primeiro round;
Renan ‘Barão’ venceu Mitch Gagnon por finalização (katagatame) no terceiro round;
Patrick Cummins venceu Antonio ‘Cara de Sapato’ por decisão unânime dos juízes;
Rashid Magomedov venceu Elias Silvério por nocaute no terceiro round;
Erick Silva venceu Mike Rhodes por finalização (triângulo de braço) no primeiro round;
Daniel Sarafian venceu Junior ‘Alpha’ por intervenção médica (dedo quebrado) no segundo round.

CARD PRELIMINAR
Marcos ‘Pezão’ venceu Igor Pokrajac por nocaute no primeiro round;
Renato ‘Moicano’ venceu Tom Niinimaki por finalização (guilhotina) no segundo round;
Hacran Dias venceu Darren Elkin por decisão unânime dos juízes;
Leandro Issa venceu Ulka Sasaki por finalização (crossface) no segundo round;
Tim Means venceu Márcio ‘Lyoto’ por decisão dividida dos juízes;
Vitor Miranda venceu Jake Collier por nocaute no primeiro round.

 

Fonte MSN