Templates by BIGtheme NET

Trabalhador humilhado: acusado se apresenta à polícia e pede perdão


Danielle Silva e Izabelle Targino

Reprodução

Thiago Soares se apresenta no 2º DP

Thiago Soares se apresenta no 2º DP

Um dos acusados de humilhar o trabalhador da construção civil, Misael Manoel dos Santos, identificado como Thiago Soares, se apresentou nesta sexta-feira, 28, ao Delegado titular do 2º Distrito Policial, Egivaldo Lopes. O jovem, estudante de gastronomia, chegou à Delegacia acompanhado dos pais e outros dois homens, possivelmente seguranças.

Thiago falou rapidamente com a imprensa apenas para dizer que está arrependido do que ocorreu e pedir perdão ao trabalhador, aos seus familiares e à sociedade.

Já o advogado do estudante, Raimundo Palmeira, argumentou que os jovens não tiveram intenção de roubar o trabalhador e que tudo não passou de uma “pegadinha”. Palmeira reforça que irá se basear em uma sentença do STF que garante defesa a quem não teve intuito de roubar. “Foi uma brincadeira de mal gosto, mas o que eles fizeram configura crime contra a honra e não roubo”, disse.

Versão

Questionado sobre a versão apresentada pelo acusado, Palmeira disse que Thiago não tem costume de beber, mas naquele dia, havia bebido uísque de forma exagerada. O rapaz teria ido para casa descansar e quando acordou nem lembrava ao certo o que havia ocorrido. Somente quando viu o vídeo circulando nas redes sociais, teria se dado conta do que havia feito e ficado envergonhado.

veja  o caso

O advogado não soube informar com detalhes como este vídeo se propagou. Mas acredita que o rapaz que gravou as imagens as compartilhou com algum amigo nas redes sociais.

“Eles têm que pagar pelo que fizeram, ou seja, praticaram crime contra a honra, afinal não roubaram a bolsa do rapaz”, reiterou o advogado, acrescentando que o jovem vem sofrendo ameaças constantes e que irá pedir providências ao delegado do caso.

‘Não foi brincadeira’, diz trabalhador humilhado em vídeo

Reprodução

Pedreiro Misael Manoel dos Santos

Pedreiro Misael Manoel dos Santos

O pedreiro Misael Manoel dos Santos, 37, que ficou conhecido no Estado após a divulgação de um vídeoem que é humilhado por jovens de classe média, visivelmente alcoolizados, foi à Delegacia do 2º DP nesta terça-feira, 25, para prestar queixa contra os autores da simulação de assalto. Acompanhado do irmão e do advogado Mário César Jucá, o trabalhador foi aconselhado pelo delegado do caso, Egivaldo Lopes de Messias, a retornar às 11h30 desta quarta-feira.

O delegado também teria informado Misael que o advogado de um dos acusados informou que seucliente estaria viajando e por isso não poderia comparecer à delegacia.

Em entrevista ao programa Cidade Alerta, a vítima contou que o fato ocorreu no sábado (22), por volta das 6 horas, quando se dirigia a obra em que trabalha, no Stella Maris. Apesar da repercussão que causou, sobretudo, nas redes sociais, Misael só viu o vídeo ontem (24).

Questionado se os rapazes estavam alcoolizados, Misael se limitou a dizer que ficou assustado com o suposto assalto e lembra com clareza que eles estavam visivelmente alterados. Segundo ele o medo foi tamanho, que mesmo após eles terem deixado o local continuou deitado no chão.

Ao contrário da justificativa apresentada pelos familiares dos acusados, não existiu nenhum momentoem que os jovens teriam voltado e devolvido os pertences de Misael. Ele conta que levaram sua bolsa até o carro e como não havia nada, atiraram pela janela.

Questionado sobre o que pretende agora, ele não hesitou: “Quero que a Justiça seja feita. Do mesmo jeito que aconteceu comigo, pode acontecer com outros”.

Galeria de Imagens

O pedreiro Misael Manoel dos SantosO pedreiro Misael Manoel dos Santos


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>