Templates by BIGtheme NET

Sucessão municipal já começa a ser discutida nos bastidores da política arapiraquense


Há praticamente dois anos das eleições municipais, já é intensa a movimentação nos bastidores políticos em torno da especulação dos possíveis nomes que poderão disputar o cargo de prefeito de Arapiraca em 2016.
Além da prefeita Célia Rocha (PTB), que naturalmente deverá ir para a reeleição, surgem no cenário outros quatro nomes que deverão protagonizar uma das campanhas mais disputadas dos últimos anos.
Na semana passada, durante uma entrevista concedida a uma emissora de rádio arapiraquense, o empresário Adoniran Guerra afirmou que poderá lançar seu nome na disputa para prefeito em 2016. Guerra, que já foi deputado estadual e vereador por Arapiraca, criticou a forma como a atual administração vem conduzindo os destinos da segunda maior cidade de Alagoas.
Outro nome confirmadíssimo para a disputa é o de Rogério Teófilo, candidato que nas eleições de 2012 obteve cerca de 40 mil votos e foi derrotado por Célia Rocha com uma margem de 5% dos votos válidos. Agora, em 2014, Rogério voltou a lançar-se no jogo político, concorrendo a uma das vagas para deputado federal, onde novamente não foi eleito, permanecendo na condição de primeiro suplente de sua coligação, visto aos mais de 47 mil votos conquistados.
Apesar de preferir não tocar no assunto, pelo menos por enquanto, a vereadora Aurélia Fernandes pode ser mais uma opção no tabuleiro político rumo à 2016. Aurélia, que comandou a pasta da Saúde na gestão de Luciano Barbosa, não vem se entendendo muito bem com a prefeita Célia Rocha. No Legislativo ela tem se destacado como a voz da população e, principalmente, dos servidores municipais, fazendo duras críticas à atual administração. Aurélia e Adoniran são aliados do ex-prefeito Luciano Barbosa.
Outra surpresa da disputa poderá ser o agrônomo Ricardo Barreto, coordenador da campanha do presidenciável Eduardo Campos no Agreste alagoano e, posteriormente, de Marina Silva, além de apoiar a candidata ao Senado, Heloísa Helena. Mesmo sem querer adiantar suas pretensões políticas, Barreto afirma que no momento não pretende discutir alianças com os chamados “políticos profissionais, tentando impor agenda positiva e distante da velha política.
Por:  Adalberto Custódio

 


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>