Templates by BIGtheme NET

‘Alagoas dá Sorte’ é alvo de operação da Polícia Federal


Empresa é suspeita de grande esquema de lavagem de dinheiro; equipes da PF foram vistas na sede da empresa em Maceió na manhã desta quarta.
Foto por: Ilustração
Uma operação da Polícia Federal foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (12) para combater organizações criminosas que usam empresas filantrópicas para lavagem de dinheiro derivado de bingos, títulos de capitalização e caça-níqueis. São 24 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de prisão temporária em 13 estados do país, entre eles Alagoas, onde o alvo principal é a empresa ‘Alagoas dá Sorte’.
Segundo a Polícia Federal, o esquema consistia num repasse do dinheiro arrecadado com a compra de títulos de capitalização, que deveria ser destinado a instituições filantrópicas, ia para uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) em Belo Horizonte, que funcionavam como fachada para o dinheiro retornar à empresa.Também devem ser cumpridos 57 mandados de busca e apreensão e 47 mandados de sequestro de bens, entre eles veículos de luxo, em todo o País.

A assessoria de imprensa da polícia não soube afirmar quantos mandados serão realizados em Maceió, mas informou que os detidos serão encaminhados há sede da Polícia Federal, localizado no bairro Jaraguá. As investigações acontecem há cerca de um ano. Também nesta quarta, ao menos oito casas lotéricas estão sendo vistoriadas em outros estados.

Viaturas da PF foram vistas no prédio do ‘Alagoas dá Sorte’ na manhã desta quarta-feira (12), mas a PF ainda não divulgou o balanço da operação no estabelecimento O Portal Já é Notícia tentou entrar em contato com a empresa, via telefone, mas não obteve êxito.

Fonte da redação com já

Notícia/Destaque
12/11/2014

‘Alagoas dá Sorte’ é alvo de operação da Polícia Federal
Empresa é suspeita de grande esquema de lavagem de dinheiro; equipes da PF foram vistas na sede da empresa em Maceió na manhã desta quarta.

Opções

 

 

Foto por: Ilustração
Uma operação da Polícia Federal foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (12) para combater organizações criminosas que usam empresas filantrópicas para lavagem de dinheiro derivado de bingos, títulos de capitalização e caça-níqueis. São 24 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de prisão temporária em 13 estados do país, entre eles Alagoas, onde o alvo principal é a empresa ‘Alagoas dá Sorte’.

Segundo a Polícia Federal, o esquema consistia num repasse do dinheiro arrecadado com a compra de títulos de capitalização, que deveria ser destinado a instituições filantrópicas, ia para uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) em Belo Horizonte, que funcionavam como fachada para o dinheiro retornar à empresa.

Também devem ser cumpridos 57 mandados de busca e apreensão e 47 mandados de sequestro de bens, entre eles veículos de luxo, em todo o País.

A assessoria de imprensa da polícia não soube afirmar quantos mandados serão realizados em Maceió, mas informou que os detidos serão encaminhados há sede da Polícia Federal, localizado no bairro Jaraguá. As investigações acontecem há cerca de um ano. Também nesta quarta, ao menos oito casas lotéricas estão sendo vistoriadas em outros estados.

Viaturas da PF foram vistas no prédio do ‘Alagoas dá Sorte’ na manhã desta quarta-feira (12), mas a PF ainda não divulgou o balanço da operação no estabelecimento O Portal Já é Notícia tentou entrar em contato com a empresa, via telefone, mas não obteve êxito.

Fonte: Redação

enoticia

Fonte: Redação


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>